10 de julho de 2010

Verbo ter no sentido de existir

Cheguei a comentar um pouco sobre isso no meu livro, mas aqui eu vou entrar mais aprofundadamente: eu não concordo que usar "ter" no sentido de existir esteja errado. Acho que seu uso já se dissipou o suficiente para estar enquadrado na norma-padrão.

O que o houve com o verbo "ter" é que ele substitiu, na linguagem coloquial principalmente, o verbo "haver", no sentido de existir. Mas o fato que o próprio verbo "haver" tem história parecida com o verbo "ter": ou seja, também significava "possuir" - hoje podemos ver esse sentido no verbo "reaver". Seu uso como verbo auxiliar também vem sofrendo substituições. Note como que "tem que/ de" vem substituindo "há que/de".

Assim, como se mostra um processo natural de substituição de verbos, "ter"
no sentido de existir, para mim pelo menos, pode. Eu vou usá-lo aqui assim.

Se tiver, porém, que fazer uma redação, aí terei que seguir as normas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Verbo ter no sentido de existir.
Não cheguei a comentar um pouco sobre isso no meu requerimento, mas aqui eu vou entrar mais aprofundadamente: eu não concordo que usar "ter" no sentido de existir esteja errado. Acho que seu uso já se dissipou o suficiente para estar enquadrado na norma-padrão.

O que o houve com o verbo "ter" é que ele substitiu, na linguagem coloquial principalmente, o verbo "haver", no sentido de existir. Mas o fato que o próprio verbo "haver" tem história parecida com o verbo "ter": ou seja, também significava "possuir" - hoje podemos ver esse sentido no verbo "reaver". Seu uso como verbo auxiliar também vem sofrendo substituições. Note como que "tem que/ de" vem substituindo "há que/de".

Assim, como se mostra um processo natural de substituição de verbos, "ter"
no sentido de existir, para mim pelo menos, pode. Eu vou usá-lo aqui assim.

Se tiver, porém, que fazer uma redação, aí terei que seguir as normas.

Anônimo disse...

Também concordo com o livre uso do verbo "ter"no sentido de existir... Pois nas variantes do Português falado fora de Portugual (que constituem a maioria dos falantes de língua portuguesa)o verbo "haver" é raramente usado..somente em situações formalíssimas.. o verbo ter no sentido de "haver" é normalmente usado no sentido formal e coloquial.. e o que é mais usado, depois de algum tempo, se torna regra..da mesma forma que outrora se estipulou que seria somente o verbo 'haver"quer seria usado no sentido de existir... ainda bem que as coisas se transformam ao invés de estagnarem!!